Solstícios


São os pontos em que o Sol está mais alto ou mais baixo na Eclíptica, marcando o ingresso do Sol no inverno e no verão para o Hemisfério Norte.

Nestes pontos os dias são diferentes das noites. O inverno tem relação com o signo de Capricórnio. O verão tem relação com o signo de Câncer.

No verão, o ponto Câncer, solstício de verão, no hemisfério norte, o dia é mais longo e a noite mais curta. Em alguns países usa-se a chamada hora de verão. O Sol percorre o zodíaco num ano, em seu movimento aparente, realizando as quatro estações do ano. Cada estação tem três meses de duração. Cada mês corresponde a um signo. As quatro estações dividem o Zodíaco em quatro partes ou quadrantes.

No solstício do verão, o Sol. A 0º de Câncer atinge o ponto culminante, o Maximo de declinação norte. 0 dia mais longo do que a noite e a noite mais curta, no hemisfério norte. Um novo ciclo se inicia; o signo cardinal indica algo que começa uma força crescente.

É a gestação do fruto dentro da planta; é o trabalho interno da gestação. O que está em jogo é o elemento água. É o começo do verão; é a seiva subindo pelos caules, a energia que sobe dentro da planta. Câncer vem nove meses antes de Áries e é o símbolo da concepção e da fecundidade.

Se o solstício anterior de Câncer, seis meses antes (21 de junho);marca o meio-dia do ano é o triunfo da luz, as festas na exuberância das fogueiras e danças de São João, por outro lado o solstício de Capricórnio simboliza a meia-noite do ano mergulhado na obscuridade, a meia-noite de Natal onde o Sol mais baixo retoma sua marcha para o nascimento, para a luz interna. Diz-se que João Batista, o profeta que veio anunciar a vinda do Messias, nasceu meses antes de Jesus, portanto em Câncer. Cristo teria nascido em Capricórnio. (De acordo com a Igreja Católica, porém essa é uma data fictícia, onde os antigos já comemoravam o solstício de Inverno e aproveitando-se dessa data eles resolveram adotar como sendo a data de nascimento de Cristo).


0 visualização

Ligue: (11) 9.7617-6904

 

 

@2015 by Moisés Fernandes.