top of page

Júpiter em Peixes conjunção Netuno.

Expansão da Consciência ou Insanidade Coletiva?


Com a entrada de Júpiter em Peixes, seu co-regente, podemos presumir que muita coisa regida por Pisces acabará sendo enfatizada. A busca pelo lado espiritual, a fé, a religiosidade, a meditação, curas alternativas, a busca pelo incomensurável, o isolamento para a busca do seu Eu mais profundo. A humanidade cada vez mais percebe que o seu destino a Deus pertence.


Mas a energia pisciana é a mais sutil de todo o zodíaco, e da mesma forma que ela nos leva a um lado espiritual profundo, pode também nos levar a loucuras e total perda de sentidos e da razão. Lembrando que Peixes também rege os sanatórios, o álcool, as drogas e tudo aquilo que é marginalizado pela sociedade ao qual não consegue entender e rotular. Assim como os santos e os loucos não são entendidos pela sociedade, o melhor é isolá-los. Peixes é completamente antagônico, representado por dois peixes um voltado para cima e outro para baixo. Ele pode mergulhar nas águas mais profundas como pode ascender aos céus. Quando um pisciano resolve mergulhar nas profundezas de seu Eu interior, o mesmo só voltará à superfície quando encontrar as devidas respostas.


Netuno pode nos levar aos mais altos graus da espiritualidade, bem como a fuga total da realidade, o que faz com que muitos busquem essa fuga nas drogas e no álcool, ou podem buscar na meditação e na fé e no amor ao próximo. São dois extremos que se tocam e nos levam a uma batalha interior, onde somente e a fé poderá nos guiar em águas turvas e nebulosas. No meio de um nevoeiro e de uma tempestade é preciso ter calma, paciência e fé para poder sair do mesmo, e é isso que Peixes e Netuno nos ensinam, a acreditar em algo maior que nos mesmos, entregarmos de corpo e alma ao altíssimo acreditando que Ele fará o melhor para nós.


Quando mergulhamos em águas profundas é como estarmos narcosados, perdemos o sentido e a razão, vivemos momentos de êxtase e alegria, porém sem nos darmos conta da matéria. Há um total desapego, que se de um lado pode ser muito positivo, do outro perdemos o senso de realidade o que pode ser muito perigoso.


Com a conjunção de Júpiter com Netuno em Peixes que será exata em 12 de Abril de 2022, a força de Netuno e as energias de Peixes serão fortemente intensificadas, porém basta saber se a humanidade estará prepara para tal energia, o que pode aumentar a insanidade coletiva e a busca por fugas e drogas, bem como a ilusão de seguir um falso líder.


Porém, para aqueles que se aprofundarem em seu lado espiritual, na sua fé, praticarem suas meditações e orações com total desapego e confiarem no Criador, o momento pode ser único. A humanidade se unirá em uma ajuda comunitária, talvez nunca vista antes; e o perdão deve ser a chave para nossa felicidade.


Do ponto de vista material, as ações voltadas às refinarias de petróleo, empresas marítimas, indústrias farmacêuticas, podem estar em alta. Novas descobertas podem ser feitas nesse período. Poderão ter um maior investimento nas áreas hospitalares, porém lembrando que Júpiter também é aquele que exacerba tudo por onde passa, e muitas das coisas que estavam despercebidas, passam a serem vistas com maior clareza.


Lembrando que essa conjunção ocorreu em Março de 1856, onde tivemos alguns acontecimentos interessantes, como:


· Uma conferência de paz abre em Paris após a Guerra da Criméia. (25. fevereiro 1856)

· A Segunda Guerra do Ópio entre várias potências ocidentais e China começa com a Seta Incidente sobre o Rio das Pérolas. (8. outubro 1856)

· A epidemia de cólera ocorreu de 1853 a 1856, se levarmos em conta que a COVID começou no final 2019 e poderá terminar em 2022.


Essa conjunção somente se repetirá em 10 de Maio de 2188, logo o ideal é aproveitarmos o máximo de sua energia, sentido se mais próximo do Criador.


351 visualizações

Comments


Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page